Presidente do Egito diz que garante direitos das mulheres e dos cristãos no Egito

Imagem: zerohora.clicrbs.com.br

Nesta terça-feira(25) na Assembleia Geral das Nações Unidas o presidente do Egito, Mohamed Mursi, disse que os direitos das mulheres, cristãos e dos muçulmanos estão garantidos em seu país.

“Todos os egípcios representam a maioria, todos os egípcios homens, mulheres, muçulmanos e cristãos, independentemente de sua crença, gênero e cor”, disse Mursi no foro organizado pela Iniciativa Global Clinton.

Membro do movimento islâmico “Irmãos Muçulmanos”, Mursi é o primeiro presidente eleito democraticamente após a queda do regime de Hosni Mubarak.

Para os coptas (cristãos Egípcio) Mursi sempre foi considerado uma ameaça para a comunidade cristã por fazer parte do movimento islâmico. Porém contrariando o temor dos coptas, o presidente negou que a ascensão dos Irmãos Muçulmanos coloca em perigo os direitos civis e religiosos das minorias e garantiu que seu país será leigo e plural.

“Temos realmente um novo Estado democrático e um novo Estado civil no Egito: não teocrático e não militar”.

O presidente destacou que o verdadeiro problema do Egito é a corrupção da era Mubarak. “Não temos um problema real em termos de direitos das mulheres, mas a corrupção é algo que afeta todo mundo”.

Com informações: Christian Post.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>